BLOG

Copa Yamaha R3 Motoryama 2017

29/03/2017 15:29

Aconteceu neste domingo, 26 de março de 2017, no autódromo de Guaporé, a primeira etapa do Super Bike Gaúcho, compeonato de motovelocidade.
O destaque foi a segunda temporada da Copa Yamaha R3 Motoryama, que abriu a temporada com 16 motos no gird, disputas de alto nível e ótimo desempenho de novos pilotos.

 

Copa R3 /Yamaha com fortes emoções.
O Pole position Rafael “Mindo” Portaluppi (#49 Rodoluppi), largou bem mesmo assim Marlinton “Kalunga” (# 17 Kalunga Motos) no mergulho assume a primeira colocação e em seguida, quem assume é Hebert Pereira (#21 Rad & Charrua). No grid em terceiro, o piloto Guilherme Soares (# 91 Consultábil) não largou bem e caiu para quinto lugar. 

No final da primeira volta Hebert , Mindo e Kalunga estavam , respectivamente, nestas posições na pista. 
Kalunga assumiu a primeira, Mindo a segunda e Hebert caiu para a terceira posição e Guilherme já estava em quarto e chegando em Hebert e não tardou o “Gui” fazer uma linda ultrapassagem e obter duas posições ficando com a segunda colocação deixando Mindo e Hebert pra trás. 

Nesta ordem de colocações os quatro seguiam brigando por posições, curva a curva. Daí Hebert assume a terceira posição, Gui erra o traçado e por pouco não perde a segunda há 7 voltas do final da bateria. Neste momento a disputa pela quinta colocação está acontecendo entre Cristian Dahn (# 20 Xis da ISA/Mix Marteli) , Márcio Dalzoto (# 44 Gallina Moto Peças) e Alexandre “Penélope” (# 33 Penpelope Pilotagem). 

Kalunga começa a abrir vantagem sobre Gui e Hebert assume a terceria posição há cinco voltas do encerramento da corrida e vai pra cima de Gui assumindo a segunda colocação. Gui tenta reagir há 4 voltas do final e Hebert se aproxima de Kalunga. Neste momento, Gui erra o traçado e vai pra fora da pista saindo da disputa dos primeiros lugares, mas ao desistindo, retornando e conquistando preciosos pontos no campeonato.
Na ultima volta, Hebert passa Kalunga e depois da curva da vitoria eles vem lado a lado com Kalunga levando a melhor e ficando com a primeira posição na passagem da linha de chegada. 

O segundo tempo do grid de largado, Guilherme “Sapo”, não largou com problemas mecânicos apresentados na largada da categoria street. 
Pódio categoria R3 Pró 
Marlinton “Kalunga”, Hebert Pereira, Rafael “Mindo” Portaluppi, Márcio Dalzoto e Cristian Dahn. 
Pódio categoria R3 Ligth
Lucinao Graneto Vieira (# 70 Penélope Racing), Basílio Vivan (#99 Genialflex Moveis/Vivatto), Michel Suhnel (#79 Senior), Adonias da Rosa (#512 Rad Racing School) e Roberto Cavalett (#5 Sanches Motosport).

 

 

Categoria Super Street e Track Day 250-320cc

Esta categoria é para motocicletas de 250 a 320 cc e teve amplo domínio das Yamaha R3. Sendo vencida pelo piloto Guilherme Soares após árdua disputa pela primeira posição com Marlinton Kalunga, ambos de Yamaha R3.

Foram 13 voltas de emoção da primeira até a bandeirada final. 
O pole position Guilherme Marcucci (#22 Motosytle) largou bem a andou uns 80 metros quando a moto apresentou problemas Marlinton Kalunga (#17 Kalunga) assume a primeira posilção seguido por Guilherme Soares (# 91 Consultábil) e Alexandre Penélope (# 33 Penelope Pilotagem) em terceiro já brigando com Djonatas “Catarina” (#18 Posto Frank /Rodrigo M).
Guilherme Soares e Kalunga disputam a liderança e na terceira volta Kalunga ainda mantém a liderança da prova. Catarina assume a terceira e Cristian Dahm (#20 Xis ISA/Mix Marteli) a quarta colocação. Gui segue no encalço de Kalunga e assume a primeira colocação na quarto volta. Na saída do radiado, Kalunga retoma a primeira colocação. Já na sexta volta Gui reconquista a liderança e em, seguida, na curva 1, Kalunga coloca lado a lado de Gui. Repetindo a vota anterior Kalunga assume a liderança no radiador. Cristian Dahn se aproxima do terceiro , Catarina. 
Na sétima volta, Kalunga ganha um respiro de tempo mas Gui não desiste ultrapassando novamente Kalunga. Cristian e Catarina revezam a terceira posição. 
Há quatros voltas do final Gui mantém a liderança e Kalunga não desgruda. Kalunga sai do radiador em primeiro e Catarina pressiona Cristian que está na terceira. Jonas Ceron ( # 512 Rad Racing School) assume a quinta colocação. 
 Na penúltima volta Kalunga assume a liderança e Gui retoma a posição para a bandeirada final. 
“ Andei no meu limite, fiz o melhor que podia, consegui estudar a pilotagem do Kalunga para atingir a vitória” comentou . Seu pai, Lisandro Soares, já bi campeão gaucho de 600cc stock, muito emocionado, enfalitzou: “ Os méritos são do piloto, porém, a organização do campeonato auxilia os pilotos para conquistarem uma corrida sem qualquer risco ou qualquer eventual problema causado na pista e isto me tranquiliza muito”, finaliza. 
Na categoria máster Penélope ficou com a vitoria, seguido por Luciano Graneto (#70 Penélope Racing) e terceiro Renato “Pipoca” Leite (#41 Ligasul/Rl transportes).
Categoria Track Day 250-300cc Fernando Mello vence
Segundo o vitorioso da categoria, “muito emocionante, minha primeira corrida disputando o campeonato, sempre andei como convidado. Foi desgastante sabendo que meus oponentes estavam junto e com raça conquistei a primeira” comentou o piloto de numeral 12 da Equipe D & D Team.

0 comentário(s) para o post "Copa Yamaha R3 Motoryama 2017"

COMENTE

    Informe seu nome e email e receba promoções exclusivas!